Exchange
Bolsa de blockchain e ativos de criptomoeda
Academy
Educação sobre blockchain e criptomoedas
Corretor
Soluções de terminais de trading
Charity
Caridade
Cloud
Soluções para corretoras empresariais
DEX
Bolsa de ativos digitais descentralizada, rápida e segura
Labs
Incubadora dos melhores projetos de blockchain
Launchpad
Plataforma de Lançamento de Tokens
Research
Análises e relatórios de nível institucional
Trust Wallet
Carteira oficial de criptomoedas Binance
Comprar Criptomoedas
Mercados
Converter
A maneira mais fácil de fazer trades
Clássico
Interface simples e fácil de utilizar
Avançado
Acesso total a todas as ferramentas de trading
Margem
Aumente os seus lucros com alavancagem
P2P
Transferência bancária e mais de 100 opções
Token de Ações
New
Transacionar Ações com Criptomoedas
Transacionar
NFT
Ler para Transferir a Aplicação IOS e Android
Transferir
English
USD
Blogue da Binance
Notícias e informações atualizadas sobre a bolsa de criptomoedas líder no mundo
Relatório de Trading de Junho: O Que Vem a Seguir Para o Tedioso Bitcoin?
2020-7-10


Principais tópicos:

  1. A volatilidade de 30 dias do Bitcoin caiu para o nível mais baixo desde outubro de 2019, indicando a falta de viés direcional.

  2. No geral, as criptomoedas apresentaram um desempenho misto. A maioria das criptomoedas de alta capitalização apresentou retorno negativo, enquanto as criptomoedas de média e baixa capitalização, como LINK, ADA, BAT, VET e IOST, apresentaram retornos positivos. Em particular, a VET teve um mês fenomenal, gerando mais de 40% de retorno em junho.

  3. A Binance Futures adicionou 6 novos contratos, elevando a sua oferta total de contratos perpétuos para 31.

  4. Os contratos em aberto da Binance Futures continuam a crescer pelo quarto mês consecutivo de 500 milhões para 580 milhões de USDT, um aumento de 16% em relação ao mês anterior. No segundo trimestre, os contratos em aberto cresceram mais de 160%, em comparação com 200 milhões de USDT em março.

A mais baixa volatilidade do Bitcoin desde outubro de 2019

A movimentação do preço do Bitcoin rapidamente se tornou insuportável para muitos traders. Sua faixa de preço aumentou nas últimas semanas, oscilando entre US $9.000 e US $9.500.

A estreita faixa de preço também levou a volatilidade dos 30 dias do Bitcoin ao seu nível mais baixo desde outubro de 2019, indicando a falta de viés direcional. 

Um pouco antes de seu terceiro halving, o Bitcoin subiu mais de 150% em apenas dois meses. Desde então, o Bitcoin falhou repetidamente em estabelecer uma posição acima de US $10.000. A falta de impulso do comprador gerou uma faixa de preço calma e tranquila para o Bitcoin; isso levou a especulações de que uma grande movimentação estaria a caminho. 

Gráfico 1 - Volatilidade de Rolamento de Trinta Dias do Bitcoin 

A volatilidade de rolamento de 30 dias do Bitcoin tem tendência de queda desde 5 de junho, um declínio de mais de 80% desde abril, resultando em uma consolidação de preços entre US $8.800 e US $9.800. 

Como mostrado nos dados históricos, o Bitcoin tende a demonstrar grandes movimentos repentinos após uma queda acentuada na volatilidade para 30% ou menos. Por exemplo, quando a volatilidade atingiu um mínimo de 21% em meados de fevereiro deste ano, nas semanas seguintes, o Bitcoin caiu de US $10.000 para um mínimo de US $ 3.800, um declínio acentuado de 60% em apenas um mês. No mesmo período, a volatilidade aumentou de 21% para mais de 90%, uma vez que os investidores reagiram em pânico à queda súbita.

Embora não estejamos prevendo uma queda semelhante ao observado em março, o importante é que períodos de volatilidade extremamente baixa geralmente precedem de grande movimentação do Bitcoin, ou ruptura de marcos.

Altcoins no centro do palco 

Com a volatilidade na maior baixa em quase um ano, o BTC apresentou retornos negativos em junho, encerrando o mês em queda de 3,2%. Da mesma forma, as principais altcoins como ETH, BCH e EOS encerraram o mês em -2,6%, -6,9% e -11,5%, respectivamente. 

No geral, as criptomoedas apresentaram um desempenho misto. A maioria das criptomoedas de alta capitalização apresentou retorno negativo, enquanto as criptomoedas de média e baixa capitalização, como LINK, ADA, BAT, VET e IOST, em especial a VET, teve um mês fenomenal, gerando mais de 40% de retorno em junho.

Gráfico 2 - Retorno Mensal dos Contratos Perpétuos

Diversificação aprimorada com a adição de novos contratos 

Para cumprir com a demanda no mundo das Altcoins, a Binance Futures adicionou 6 novos contratos, elevando para 31 o total de ofertas de contratos perpétuos. 

Contrato 

Introdução

Alavancagem

ALGOUSDT

16 de junho

50x

ZILUSDT

18 de junho

50x

KNCUSDT

22 de junho

50x

ZRXUSDT

24 de junho

50x

COMPUSDT

30 de junho

50x

OMGUSDT

2 de julho

50x

 

Também lançamos uma nova linha de produtos - futuros trimestrais, que serão uma adição importante ao ecossistema de futuros existente na Binance.

Contrato

Introdução

Alavancagem

BTCUSD Quarterly 0925

11 de junho

125x

BTCUSD Quarterly 1225

1 de julho

125x

 

Espera-se que essas novas ofertas de ativos forneçam oportunidades de trading adicionais para todos os trades de derivativos de cripto e oportunidades para os mineradores se protegerem.

Volume de trading diminuiu apesar da demanda por Altcoins

Em junho, o volume trading na Binance Futures apresentou uma queda de 36% em relação ao mês anterior, com US $87,6 bilhões em trading em seus contratos perpétuos. A Binance Futures apresentou um volume médio diário de US $2,9 bilhões, 34% menor que o volume médio diário de maio.

Gráfico 3 - Volumes Médios de 24 horas em Junho

Como mostrado, os volumes diários de trading foram persistentemente inferiores à média móvel de dois períodos. O declínio no volume reflete a falta de atividade de trading em todo o setor, em particular no mercado de futuros de Bitcoin. Dados por cryptorank sugerem que os volumes médios das 24 horas nos mercados de futuros de BTC em junho foram menores que os meses anteriores. Na maioria dos dias, o volume total negociado nos mercados de futuros do BTC era inferior a US $10 bilhões.

Gráfico 4 - Volumes Diários Agregados de Futuros do BTC

Com o crescimento da demanda por Altcoins, a porcentagem de volume nos contratos de altcoins passou a ser maior do que nos meses anteriores, com média de 26,7% (vs. 17,9% em maio), enquanto os contratos do BTC tiveram média de 73,3% (vs. 82,1% em maio). 

Gráfico 5 - Porcentagem de Volume (Contratos Perpétuos de Bitcoin vs. Altcoins)

O crescimento dos contratos em aberto sugere mais volatilidade à frente

Apesar dos baixos volumes ao longo do mês, os contratos em aberto da Binance Futures continuam a crescer de 500 milhões para 580 milhões de USDT, um aumento de 16% em relação ao mês anterior. No segundo trimestre, os contratos em aberto cresceram mais de 160%, em comparação com 200 milhões de USDT em março. O crescimento fenomenal do contrato em aberto pode sugerir a demanda por mais atividade de trading orientada à exposição, uma vez que os traders esperam um aumento de volatilidade no curto prazo.

Gráfico 6 - Crescimento Diário dos Contratos em Aberto

Domínio de contratos em aberto do Bitcoin

Mesmo com a introdução de novos contratos de altcoins, os contratos perpétuos do BTC continuaram sendo os contratos mais investidos, dominando 67% do total de contratos em aberto. Nas últimas duas semanas, as posições em aberto nos contratos BTC aumentaram gradualmente, apesar de sua faixa de preço estreita. 

Esta observação é contrária aos dados de volume mostrados anteriormente. No gráfico anterior, observamos mais volume de altcoins ao longo de junho, no entanto, o aumento do percentual de volume não se traduziu em um aumento no porcentual de posições em aberto. Em vez disso, a maior parte do crescimento de posições em aberto foi impulsionada por contratos do BTC, o que pode sugerir que os traders estão fazendo apostas direcionais no Bitcoin.

Gráfico 7 - Domínio de Posições em Aberto do Bitcoin

A relação de long-short em Futuros de Bitcoin indica acumulação

A relação long-short do Bitcoin tinha uma relação quase inversa com sua mudança diária de preço, quando os preços do Bitcoin caem, a relação long-short aumenta. Particularmente, quando os preços caíram mais de 2% em um dia, a relação dispara para 1,2, indicando que mais de 55% dos traders assumiram posições long no Bitcoin Futures. 

Gráfico 8 - Relação Long-Short vs. Variação Diária de Preço (BTC)

O que vem a seguir para o Bitcoin? Mais volatilidade pela frente?

Embora o Bitcoin esteja extraordinariamente calmo e silencioso nas últimas semanas, o espaço das Altcoins gerou retornos fenomenais. Altcoins certamente ocuparam o centro das atenções nas últimas semanas, afastando o interesse no Bitcoin.

Talvez a pergunta que todos estamos fazendo seja: veremos um rompimento do Bitcoin em breve? 

O Bitcoin ultrapassará os US $10.000? 

Ou recuará abaixo de US $8.000?

De observações anteriores, os padrões históricos sugerem que a contração da volatilidade geralmente precede a expansão, o que eventualmente leva a uma ruptura para baixo ou para cima. Além disso, a redução da volatilidade pode estar associada ao aumento do HODLing, já que os traders não se sentem incentivados a vender seus Bitcoins. Também observamos um crescimento de contratos em abertos em junho, o que pode sugerir que os traders estão posicionados para uma grande mudança.

Além disso, a recente atividade dos preços parece promissora. No momento, o Bitcoin acabou de subir de US $9.000 para US $9.300 no espaço de 24 horas. Se o Bitcoin se mantiver acima do nível principal de US $ 9.300, estaria em uma posição forte para outro novo teste dos US $10.000. No entanto, é provável que haja uma intensa pressão de venda no caminho para US $10.000, devido às falhas nas tentativas anteriores. Portanto, o Bitcoin precisa reunir um volume considerável para avançar e, se for bem-sucedido, isso será uma boa indicação de confiança positiva no restante desta semana.

Blogue da Binance
Notícias e informações atualizadas sobre a bolsa de criptomoedas líder no mundo
Jul 10
2020
Relatório de Trading de Junho: O Que Vem a Seguir Para o Tedioso Bitcoin?


Principais tópicos:

  1. A volatilidade de 30 dias do Bitcoin caiu para o nível mais baixo desde outubro de 2019, indicando a falta de viés direcional.

  2. No geral, as criptomoedas apresentaram um desempenho misto. A maioria das criptomoedas de alta capitalização apresentou retorno negativo, enquanto as criptomoedas de média e baixa capitalização, como LINK, ADA, BAT, VET e IOST, apresentaram retornos positivos. Em particular, a VET teve um mês fenomenal, gerando mais de 40% de retorno em junho.

  3. A Binance Futures adicionou 6 novos contratos, elevando a sua oferta total de contratos perpétuos para 31.

  4. Os contratos em aberto da Binance Futures continuam a crescer pelo quarto mês consecutivo de 500 milhões para 580 milhões de USDT, um aumento de 16% em relação ao mês anterior. No segundo trimestre, os contratos em aberto cresceram mais de 160%, em comparação com 200 milhões de USDT em março.

A mais baixa volatilidade do Bitcoin desde outubro de 2019

A movimentação do preço do Bitcoin rapidamente se tornou insuportável para muitos traders. Sua faixa de preço aumentou nas últimas semanas, oscilando entre US $9.000 e US $9.500.

A estreita faixa de preço também levou a volatilidade dos 30 dias do Bitcoin ao seu nível mais baixo desde outubro de 2019, indicando a falta de viés direcional. 

Um pouco antes de seu terceiro halving, o Bitcoin subiu mais de 150% em apenas dois meses. Desde então, o Bitcoin falhou repetidamente em estabelecer uma posição acima de US $10.000. A falta de impulso do comprador gerou uma faixa de preço calma e tranquila para o Bitcoin; isso levou a especulações de que uma grande movimentação estaria a caminho. 

Gráfico 1 - Volatilidade de Rolamento de Trinta Dias do Bitcoin 

A volatilidade de rolamento de 30 dias do Bitcoin tem tendência de queda desde 5 de junho, um declínio de mais de 80% desde abril, resultando em uma consolidação de preços entre US $8.800 e US $9.800. 

Como mostrado nos dados históricos, o Bitcoin tende a demonstrar grandes movimentos repentinos após uma queda acentuada na volatilidade para 30% ou menos. Por exemplo, quando a volatilidade atingiu um mínimo de 21% em meados de fevereiro deste ano, nas semanas seguintes, o Bitcoin caiu de US $10.000 para um mínimo de US $ 3.800, um declínio acentuado de 60% em apenas um mês. No mesmo período, a volatilidade aumentou de 21% para mais de 90%, uma vez que os investidores reagiram em pânico à queda súbita.

Embora não estejamos prevendo uma queda semelhante ao observado em março, o importante é que períodos de volatilidade extremamente baixa geralmente precedem de grande movimentação do Bitcoin, ou ruptura de marcos.

Altcoins no centro do palco 

Com a volatilidade na maior baixa em quase um ano, o BTC apresentou retornos negativos em junho, encerrando o mês em queda de 3,2%. Da mesma forma, as principais altcoins como ETH, BCH e EOS encerraram o mês em -2,6%, -6,9% e -11,5%, respectivamente. 

No geral, as criptomoedas apresentaram um desempenho misto. A maioria das criptomoedas de alta capitalização apresentou retorno negativo, enquanto as criptomoedas de média e baixa capitalização, como LINK, ADA, BAT, VET e IOST, em especial a VET, teve um mês fenomenal, gerando mais de 40% de retorno em junho.

Gráfico 2 - Retorno Mensal dos Contratos Perpétuos

Diversificação aprimorada com a adição de novos contratos 

Para cumprir com a demanda no mundo das Altcoins, a Binance Futures adicionou 6 novos contratos, elevando para 31 o total de ofertas de contratos perpétuos. 

Contrato 

Introdução

Alavancagem

ALGOUSDT

16 de junho

50x

ZILUSDT

18 de junho

50x

KNCUSDT

22 de junho

50x

ZRXUSDT

24 de junho

50x

COMPUSDT

30 de junho

50x

OMGUSDT

2 de julho

50x

 

Também lançamos uma nova linha de produtos - futuros trimestrais, que serão uma adição importante ao ecossistema de futuros existente na Binance.

Contrato

Introdução

Alavancagem

BTCUSD Quarterly 0925

11 de junho

125x

BTCUSD Quarterly 1225

1 de julho

125x

 

Espera-se que essas novas ofertas de ativos forneçam oportunidades de trading adicionais para todos os trades de derivativos de cripto e oportunidades para os mineradores se protegerem.

Volume de trading diminuiu apesar da demanda por Altcoins

Em junho, o volume trading na Binance Futures apresentou uma queda de 36% em relação ao mês anterior, com US $87,6 bilhões em trading em seus contratos perpétuos. A Binance Futures apresentou um volume médio diário de US $2,9 bilhões, 34% menor que o volume médio diário de maio.

Gráfico 3 - Volumes Médios de 24 horas em Junho

Como mostrado, os volumes diários de trading foram persistentemente inferiores à média móvel de dois períodos. O declínio no volume reflete a falta de atividade de trading em todo o setor, em particular no mercado de futuros de Bitcoin. Dados por cryptorank sugerem que os volumes médios das 24 horas nos mercados de futuros de BTC em junho foram menores que os meses anteriores. Na maioria dos dias, o volume total negociado nos mercados de futuros do BTC era inferior a US $10 bilhões.

Gráfico 4 - Volumes Diários Agregados de Futuros do BTC

Com o crescimento da demanda por Altcoins, a porcentagem de volume nos contratos de altcoins passou a ser maior do que nos meses anteriores, com média de 26,7% (vs. 17,9% em maio), enquanto os contratos do BTC tiveram média de 73,3% (vs. 82,1% em maio). 

Gráfico 5 - Porcentagem de Volume (Contratos Perpétuos de Bitcoin vs. Altcoins)

O crescimento dos contratos em aberto sugere mais volatilidade à frente

Apesar dos baixos volumes ao longo do mês, os contratos em aberto da Binance Futures continuam a crescer de 500 milhões para 580 milhões de USDT, um aumento de 16% em relação ao mês anterior. No segundo trimestre, os contratos em aberto cresceram mais de 160%, em comparação com 200 milhões de USDT em março. O crescimento fenomenal do contrato em aberto pode sugerir a demanda por mais atividade de trading orientada à exposição, uma vez que os traders esperam um aumento de volatilidade no curto prazo.

Gráfico 6 - Crescimento Diário dos Contratos em Aberto

Domínio de contratos em aberto do Bitcoin

Mesmo com a introdução de novos contratos de altcoins, os contratos perpétuos do BTC continuaram sendo os contratos mais investidos, dominando 67% do total de contratos em aberto. Nas últimas duas semanas, as posições em aberto nos contratos BTC aumentaram gradualmente, apesar de sua faixa de preço estreita. 

Esta observação é contrária aos dados de volume mostrados anteriormente. No gráfico anterior, observamos mais volume de altcoins ao longo de junho, no entanto, o aumento do percentual de volume não se traduziu em um aumento no porcentual de posições em aberto. Em vez disso, a maior parte do crescimento de posições em aberto foi impulsionada por contratos do BTC, o que pode sugerir que os traders estão fazendo apostas direcionais no Bitcoin.

Gráfico 7 - Domínio de Posições em Aberto do Bitcoin

A relação de long-short em Futuros de Bitcoin indica acumulação

A relação long-short do Bitcoin tinha uma relação quase inversa com sua mudança diária de preço, quando os preços do Bitcoin caem, a relação long-short aumenta. Particularmente, quando os preços caíram mais de 2% em um dia, a relação dispara para 1,2, indicando que mais de 55% dos traders assumiram posições long no Bitcoin Futures. 

Gráfico 8 - Relação Long-Short vs. Variação Diária de Preço (BTC)

O que vem a seguir para o Bitcoin? Mais volatilidade pela frente?

Embora o Bitcoin esteja extraordinariamente calmo e silencioso nas últimas semanas, o espaço das Altcoins gerou retornos fenomenais. Altcoins certamente ocuparam o centro das atenções nas últimas semanas, afastando o interesse no Bitcoin.

Talvez a pergunta que todos estamos fazendo seja: veremos um rompimento do Bitcoin em breve? 

O Bitcoin ultrapassará os US $10.000? 

Ou recuará abaixo de US $8.000?

De observações anteriores, os padrões históricos sugerem que a contração da volatilidade geralmente precede a expansão, o que eventualmente leva a uma ruptura para baixo ou para cima. Além disso, a redução da volatilidade pode estar associada ao aumento do HODLing, já que os traders não se sentem incentivados a vender seus Bitcoins. Também observamos um crescimento de contratos em abertos em junho, o que pode sugerir que os traders estão posicionados para uma grande mudança.

Além disso, a recente atividade dos preços parece promissora. No momento, o Bitcoin acabou de subir de US $9.000 para US $9.300 no espaço de 24 horas. Se o Bitcoin se mantiver acima do nível principal de US $ 9.300, estaria em uma posição forte para outro novo teste dos US $10.000. No entanto, é provável que haja uma intensa pressão de venda no caminho para US $10.000, devido às falhas nas tentativas anteriores. Portanto, o Bitcoin precisa reunir um volume considerável para avançar e, se for bem-sucedido, isso será uma boa indicação de confiança positiva no restante desta semana.