Compre Cripto
Pagar com
Mercados
NFT
New
Downloads
English
USD

O que são contratos inteligentes de NFT?

2022-08-17

Principais Tópicos do Post:

  • Os contratos inteligentes desempenham um papel importante no espaço blockchain e têm muitos casos de uso.

  • Em particular, os contratos inteligentes NFT estão se tornando cada vez mais importantes à medida que o metaverso e a web3 atraem mais interesse.

  • Neste post, você vai conferir todas as informações que precisa sobre contratos inteligentes NFT, como eles funcionam e como podem ser utilizados.

Você sabia que NFTs vivem na blockchain e são gerenciados com a ajuda de contratos inteligentes? Quando você compra ou vende um NFT, provavelmente estará dependendo de contratos inteligentes para executar trades. 

Saiba mais sobre esta solução confiável e como ela pode ajudar a verificar a propriedade, combater falsificações e muito mais.

O que é um contrato inteligente?

Um contrato inteligente é um programa armazenado na blockchain, que automaticamente impõe ações específicas toda vez que uma condição pré-determinada é executada. Em um sistema descentralizado, o contrato inteligente substitui o intermediário, dando possibilidade para as duas partes interagirem livremente. As blockchains, incluindo Bitcoin e Ethereum, têm usado contratos inteligentes para facilitar as transações e automatizar processos.

Mas o que torna os contratos inteligentes realmente "inteligentes''? Esses blocos de código automatizam processos e não cometem erros humanos, reduzindo o tempo e os custos associados aos contratos tradicionais. Além de mitigar os erros humanos, os contratos inteligentes possuem outros benefícios que os tornam importantes para o setor de blockchain. Confira!

Vantagens em utilizar contratos inteligentes

  • Facilitam as transações em um sistema trustless, o que significa garantia de que as partes possam interagir sem se conhecer ou confiar umas nas outras.

  • Substituem a necessidade de intermediários e papelada, aumentando a velocidade e diminuindo os custos.

  • São imutáveis e não podem ser alterados após a implantação, o que os torna mais seguros.

  • Se os contratos inteligentes forem implantados em uma blockchain pública, eles serão transparentes e poderão ser visualizados por todos.

  • São personalizáveis antes de serem implantados, tornando-os versáteis para usos variados.

  • São determinísticos e só executam o que foram programados para fazer.

  • Não há risco de erros humanos, uma vez que eles são automatizados.

  • Os contratos inteligentes não são, de fato, juridicamente vinculativos, ao contrário dos contratos tradicionais. Isto significa que embora essas linhas de código ajudem a executar determinações em uma blockchain, elas não podem impor acordos fora da blockchain (off-chain).

Criando NFTs com contratos inteligentes

Os NFTs são criados por meio de um processo conhecido como emissão (minting), que envolve a conversão de imagens, vídeos, bordões/frases de impacto e outros arquivos digitais em ativos cripto em uma blockchain. Essencialmente, quando você emite NFTs está configurando o código do contrato inteligente subjacente que decide as qualidades de seus ativos cripto.

Vários padrões foram estabelecidos para contratos inteligentes, a fim de garantir que os NFTs possam interagir facilmente com as aplicações. Por exemplo, existem várias blockchains de contratos inteligentes com ferramentas de criação NFT como TRON, EOS e Tezos. Sem um padrão comum de como os contratos inteligentes, e finalmente os NFTs, devem ser codificados, os NFTs emitidos em plataformas diferentes podem não ter condições de trade nos mesmos Marketplaces.

Padrões de contratos inteligentes para a criação de NFTs

Entre os vários padrões disponíveis no espaço cripto, o ERC-721 da Ethereum é um dos mais utilizados, pois é o primeiro padrão de token não fungível desse ecossistema. Como pioneiro no espaço de emissão de NFT, o padrão é usado por grande parte dos usuários para criar e lançar NFTs. O ERC-721 exige que todos os tokens sejam não fungíveis e que possuam identificações de token únicas, uma exigência que outros padrões podem não apoiar.

Além do ERC-721, há outro padrão utilizado, principalmente, dentro do reino dos jogos NFT. O ERC-1155 foi criado para acomodar tanto ativos fungíveis, como moedas dentro do jogo, quanto ativos não fungíveis, como skins de edição limitada.

Contratos inteligentes, NFTs e o metaverso

O metaverso pode ser considerado um universo digital 3D que faz a ponte entre os mundos financeiro, virtual e físico. NFTs, jogos em blockchain e cripto como os conhecemos e usamos, todos fariam parte do metaverso.

Se os contratos inteligentes são a base dos NFTs, não é surpreendente que eles também sejam uma ferramenta vital na construção do metaverso. Por exemplo, a arte e o jogo NFT são dois aspectos potenciais do atual cenário metaverso que os contratos inteligentes podem suportar. As transações monetárias também podem ser facilitadas com contratos inteligentes, eliminando a necessidade de um terceiro e reduzindo o atrito das interações.

Outros casos de uso relacionados ao NFT para contratos inteligentes

Fazer valer a propriedade e verificação de autenticidade

Contratos inteligentes usados para emitir NFTs podem ajudar a reforçar a propriedade e autenticar dados. Se esses NFTs estiverem hospedados em blockchains públicas, as informações sobre propriedade e momento de criação podem ser acessadas por qualquer pessoa. 

No caso de diplomas digitais, por exemplo, NFTs exclusivos podem ser emitidos para estudantes por instituições educacionais em blockchains públicas. Empregadores que procuram contratar estudantes podem verificar a autenticidade de um diploma do candidato, pesquisando no respectivo explorador de blocos. Esse mecanismo de busca permite que qualquer pessoa acesse informações públicas registradas na blockchain.  

Isto também pode ser estendido ao licenciamento de NFT. Os detalhes dos direitos transferidos de um arquivo de imagem ou som podem ser criados e facilmente transferidos para o próximo titular do token NFT. Qualquer pessoa pode verificar a propriedade e os direitos licenciados aos compradores.

Prevenção de plágio e falsificação

Através dos NFTs, os contratos inteligentes também podem ajudar a combater a falsificação e o plágio. Como são construídos na blockchain, eles podem verificar automaticamente o momento e o local de criação de um NFT ou token. Ou seja, o primeiro endereço de carteira registrado. Contratos inteligentes também podem rastrear a propriedade criativa, combater certificados falsos e ajudar a eliminar a emissão de produtos falsificados. Por exemplo, tais produtos podem ser filtrados automaticamente se não atenderem a certos pré-requisitos.

Facilitar transações comerciais

Com contratos inteligentes, as transações comerciais podem ser melhoradas de duas maneiras: rapidez e segurança. 

Contratos inteligentes permitem que duas partes celebrem um acordo e garantam que as determinações previamente acordadas sejam aplicadas quando os termos tiverem sido cumpridos. Atrasos por falta de confiança podem ser eliminados, permitindo um processo de transação mais eficiente. As partes podem não confiar umas nas outras, mas podem ser tranquilizadas com um contrato inteligente, que realizará a transação assim que os termos tiverem sido cumpridos. 

Considere o processo de compra de uma casa. Assim que o comprador tiver preenchido todos os requisitos, como verificações de crédito e pagamento, um contrato inteligente pode liberar fundos para o vendedor e transferir a propriedade para o comprador simultaneamente. A transação, que poderia incluir a transferência do título de propriedade, também será registrada na blockchain para fácil verificação.

Conclusão

Contratos inteligentes são muito versáteis e podem ser personalizados para serem aplicados em praticamente todos os setores do mercado. Como base para uma das classes de ativos digitais mais populares, a importância dos contratos inteligentes provavelmente crescerá com a adoção de NFTs e a expansão do metaverso.

Siga a Binance nas redes sociais. Estamos no Twitter, Instagram, Facebook, YouTube e Tik Tok.