Compre Cripto
Pagar com
Mercados
NFT
New
Downloads
English
USD

A importância das stablecoins lastreadas em reservas fiduciárias

2022-05-10
  • O BUSD continua sendo uma das moedas estáveis mais confiáveis do mercado porque é regulado e apoiado por reservas sujeitas a atestados regulares

  • As alternativas, incluindo as stablecoins algorítmicas, sofreram recentemente com a falta de salvaguardas

  • O BUSD continua a manter sua indexação através de reservas sólidas, atestados Withum regulares, e status de "green list" do NYDFS 

De onde vem exatamente a confiança em uma stablecoin? De longe, o componente mais importante da reputação confiável do BUSD é sua supervisão regulatória e conformidade. Ao aderir a diretrizes rigorosas e permanecer transparente com a comunidade de usuários, o BUSD continua a atender às expectativas dos usuários através do recente clima de eventos de desindexação.

Ao contrário das stablecoins algorítmicas, o BUSD oferece um produto transparente que verifica, protege e garante as reservas, efetivamente mantendo sua indexação ao dólar americano. Isso não ocorre para todas as stablecoins disponíveis no mercadoDesde a fundação da Tether em 2014, as stablecoins têm sido extremamente importantes para os mercados de criptomoedas. Os benefícios de um ativo estável nos mercados voláteis são fáceis de perceber, tornando-os extremamente populares. No entanto, todos estes pontos dependem de um fator-chave: manter uma indexação estável.

A forma como você indexa uma moeda ao dólar americano, ao euro ou a outros criptoativos varia muito. Com o passar do tempo, vimos alguns métodos se revelarem mais populares do que outros. Alguns têm demonstrado graus mais altos de sucesso. Ao olharmos para o futuro, com os recentes eventos de desindexação em mente, uma coisa parece evidente: a importância da regulamentação neste espaço continuará a crescer para a manutenção da estabilidade do stablecoin.

O que uma stablecoin como o BUSD precisa para ser bem sucedida?

Para proporcionar aos investidores paz de espírito, uma stablecoin de sucesso deve cobrir pelo menos três áreas-chave: regulamentação, auditorias e reservas sólidas.

1. Reservas que forneçam formas seguras de garantia

A manutenção de uma indexação depende das forças do mercado para manter um preço estável, mesmo em tempos voláteis. Uma stablecoin lastreada por moeda fiduciária deve sempre ser apoiada por ativos seguros que provavelmente não perderão seu valor. 

Dentre os ativos de reserva possíveis, a moeda fiat indexada é uma boa opção. É por esta razão que o BUSD manteve 96% de suas reservas em dinheiro e equivalentes, sendo os outros 4% das reservas mantidas em Notas do Tesouro dos EUA. Isto proporciona uma âncora líder no setor para a indexação do USD, especialmente quando emparelhado com um dos títulos mais confiáveis do mundo em Notas do Tesouro dos EUA.

Além de garantir que o token seja totalmente colateralizado, a Paxos fornece um processo transparente para a cunhagem e queima dos tokens BUSD. A Paxos também tem o direito de congelar contas e remover fundos se necessário, no caso de atividade ilegal. Todos estes princípios aderem às exigências do Trust Charter da Paxos e às leis bancárias de Nova Iorque aplicáveis à stablecoin. 

2. Um processo transparente de auditoria das reservas disponíveis

A Binance acredita que uma stablecoin indexada a uma moeda fiduciária só pode ser tão boa quanto as reservas que a sustentam. Esta garantia deve ser regularmente atestada por um auditor de confiança. Desta forma, os usuários sabem que poderão ter acesso às garantias que respaldam o BUSD. 

Normalmente esses atestados são divulgados mensalmente, como é o caso do BUSD e seus relatórios da Withum. 

3. Trabalhar com os reguladores para obter e manter uma licença e ser regulado

Não há dúvidas sobre isso. Uma stablecoin regulamentada é uma stablecoin mais confiável. Os investidores têm a proteção de um corpo regulatório que avaliou o ativo oferecido.  O futuro da stablecoin sem dúvida dependerá da cooperação com os órgãos reguladores neste espaço.

O BUSD é emitido pela Paxos, uma parceira da Binance, que é regulamentada pelo Departamento de Serviços Financeiros do Estado de Nova York (NYDFS). O emissor e a própria stablecoin são supervisionados e regulados pelo NYDFS, um dos principais reguladores nesta área. Isto insere o BUSD a um raro grupo de stablecoins que também pode reivindicar conformidade regulamentar que oferece proteção e segurança para os usuários.

Além disso, o BUSD também entrou na “green list” do NYDFS, tornando-o pré-aprovado para custódia e trading por qualquer um dos licenciados de moeda virtual do NYDFS, diferente de muitos de seus grandes concorrentes.

Por que a combinação de regulamentação, auditorias e reservas é tão importante?

Resumindo, supervisão regulamentar, atestados regulares e reservas robustas trabalham em conjunto para impedir a ocorrência de eventos de desindexação. Torna-se incrivelmente difícil surgirem fatores que permitam a desindexação de uma stablecoin como o BUSD. 

Na maior parte das vezes, uma stablecoin com práticas menos rigorosas de supervisão e de reserva será desindexada. Isso porque ela não possui as reservas que alega ter, mantém garantias arriscadas ou é mal administrada. Nossos três pontos-chave (regulamentação, auditorias e reservas sólidas) proporcionam uma boa segurança contra esses fatores para proteger as pessoas mais importantes do ecossistema: nossos usuários.

Não corra riscos com seus investimentos em stablecoin

Stablecoins, incluindo o BUSD, são uma parte essencial do ecossistema de criptomoedas, e precisamos que os investidores as mantenham com confiança. É por isso que você deve assegurar que qualquer stablecoin de sua propriedade atenda a nossos três critérios-chave. 

Para mais informações, consulte: