Compre Cripto
Pagar com
Mercados
NFT
Feed
USD

Binance realiza seu primeiro evento presencial no Brasil

2022-09-08

No dia 30 de agosto, realizamos o primeiro evento da Binance no Brasil. O Binance MeetUp, como foi batizado, tem a proposta de ser itinerante e levar educação de qualidade sobre os universos cripto e blockchain à comunidade.

A primeira parada foi em Curitiba, em um ponto turístico da cidade: a Ópera de Arame. O evento teve a presença de 150 pessoas, durou 5 horas e apresentou conteúdos sobre a Binance, NFTs e DAOs, além de uma atividade para identificar o perfil de investidor e um momento dedicado a perguntas e respostas.

Continue a leitura, pois, a seguir, você confere os principais destaques deste dia importante da Binance no Brasil.

Como a liberdade do dinheiro empodera pessoas

Mayra Siqueira, Gerente Sênior de Marketing da Binance Brasil, foi a responsável por abrir o evento. Mayra, além de ser uma entusiasta do mundo cripto há bastante tempo, trabalha na Binance há alguns anos e sabe muito sobre a empresa.

Em sua apresentação, ela comentou sobre os três pontos principais que guiam a Binance em todos os lugares do mundo e que a fazem muito mais do que uma simples corretora de criptomoedas.

Liberdade

Liberdade é a visão da Binance. A empresa surgiu da ideia de espalhar a liberdade financeira pelos quatro cantos do mundo. Embora possa estar muito longe da sua realidade e ser um tema que nem passa muito pela sua cabeça, ainda existem muitas pessoas que não têm uma conta no banco e, logo, não têm acesso ao dinheiro. 

Seja porque moram em lugares muito remotos do planeta, porque residem em países com baixa liberdade econômica ou social, ou porque não têm renda e vínculos trabalhistas o suficiente para abrir uma conta em um banco tradicional. A Binance chegou para causar disrupção nesse sentido e dar poder às pessoas, a fim de que elas sejam donas de seus próprios destinos.

Construir (build)

Uma ideia sem execução não passa de uma alucinação. É com base nessa ideia que a missão da Binance é construir (build). O conceito de liberdade é inspirador, mas é necessário realmente fazê-lo acontecer. 

Por isso, acima de sonhar, nossos colaboradores trabalham para executar serviços essenciais de infraestrutura, a fim de organizar e permitir que o mundo cripto e blockchain realmente aconteça aos nossos usuários.

Foco no usuário

Se queremos levar a liberdade do dinheiro mundo afora, nosso foco precisa ser no usuário. Na Binance, colocamos as necessidades de nossos clientes em primeiro lugar, seja ele uma pessoa com muito, pouco ou nenhum conhecimento sobre finanças e o universo blockchain. Nos esforçamos para entregar apenas serviços de qualidade e temos um olhar extremamente atento à proteção e segurança. Além de termos na nossa equipe alguns dos melhores profissionais do setor, também oferecemos várias funcionalidades de segurança e o Fundo SAFU (Secure Asset Fund of User), em caso de acontecer alguma quebra de segurança ou imprevistos na plataforma.

NFTs e DAOs gerando valor para o mundo real

O conteúdo sobre inovação e tecnologia ficou com o convidado Fábio Sevá, empresário do ramo criativo, minerador de criptomoedas, co-fundador da QUENNEDAO e sócio da STORM Creative Studio. 

Fábio mostrou como a tecnologia blockchain está saindo da bolha e não é mais meramente especulativa, oferecendo utilidades verdadeiras para o mundo real.

Em sua apresentação, ele falou sobre três assuntos amplamente discutidos hoje: metaverso, NFTs e DAOs.

Metaverso não é um destino

Sobre metaverso, ele mostrou que o conceito não é um destino, mas uma metáfora para a evolução da vida digital. Na verdade, a ideia já existe há muito tempo. Quem não se lembra do Second Life, jogo criado em 2003 e que simulava a vida real em um ambiente virtual 3D? Outro exemplo de que essa interação entre mundos já vinha acontecendo é o aplicativo iBeer, que fez sucesso na prematura App Store, lá em meados de 2008, no qual as pessoas podiam simular que estavam bebendo cerveja em seus iPhones. O aplicativo foi baixado 90 milhões de vezes e fez com que seu criador, Steve Sheraton, ganhasse vários milhões na época.

O burburinho que se intensificou em 2021, liderado por Mark Zuckerberg e a criação da Meta, foi apenas uma consequência do que já vinha acontecendo há anos. 

Se a experiência atende as necessidades básicas do ser humano, como autonomia (capacidade de escolha), competência (capacidade de evolução) e pertencimento (capacidade de se relacionar), a questão real vs virtual importa (e importará) cada vez menos.

NFTs e suas utilidades no mundo real

Fábio fez uma apresentação incrível sobre NFTs e como o termo não define a qualidade daquilo que representa. É apenas um conceito. Os tokens já existem há muito tempo em nosso dia a dia e podem ser definidos, de forma simplificada, como "algo que representa outra coisa".

Um exemplo é um documento, como a CNH, que configura como um token não fungível (NFT), uma vez que é algo único, aceito por todos, de apenas um proprietário e emitido por uma entidade validadora global. 

Embora o JPEG do macaco (Bored Yatch Club), assim conhecido pela grande maioria, tenha ganhado popularidade após ser vendido por quase R$6 milhões para Neymar e quase R$7 milhões para Justin Bieber, o universo dos tokens não fungíveis tem usos reais e podem ganhar ainda mais força com o advento da Web3. Um exemplo interessante, trazido por Fábio, é a saga dos exames médicos. A cada nova consulta que você vai, o médico não tem acesso aos exames antigos e novos precisam ser realizados. Na era da web3, baseada em blockchain, você poderá ter acesso ao seu histórico de exames diretamente pela sua carteira (wallet) e ser dono dos seus próprios dados, sem ter a intermediação de alguém.

O poder transformador dos DAOs (organização autônoma descentralizada)

Para finalizar sua apresentação, Fábio falou do poder transformador do DAO e comentou o case de sucesso NOUN, um projeto de código aberto da blockchain Ethereum, que foi colocado em domínio público para que qualquer pessoa interessada pudesse construir nele. 

O NOUN NFTs são avatares de 32x32 pixels e baseados em pessoas, lugares e coisas. Todo dia, um novo NOUN é gerado e leiloado, podendo ter a imagem de um cavalo, um taco, um avião, um personagem aleatório etc. 

Fábio mostrou como esta ideia, que começou pequena, já gerou uma série de projetos de extensão no mundo todo, incluindo iniciativas sociais, como um projeto que distribui óculos de grau para crianças carentes e a reconstrução de uma pista de skate, no Brasil.

Um dos projetos de extensão, inclusive, é do próprio Fábio, o QUEENEDAO, que lança um retrato da rainha Elizabeth todos os dias (até ela falecer - ou não, vai saber). 

O DAO, ou organização autônoma descentralizada, é uma oportunidade para construir um mundo melhor, uma comunidade do zero, que tem o poder de quebrar paradigmas por onde passa.

Dinâmica com os participantes e rodada de perguntas

O momento dedicado às palestras finalizou com a dinâmica "qual tipo de investidor é você" e uma sessão de perguntas e respostas com os participantes, ambos conduzidos por Alexandra Furtado, Community Manager da Binance Brasil, e Bruno Frota, Angel da Binance Brasil.

Na dinâmica, Alexandra e Bruno revelaram os três tipos de investidores e suas respectivas características:

Investidor conservador

O tipo que valoriza mais a segurança das suas finanças e que prefere os investimentos com ganhos mais previsíveis. Por isso, tem preferência por opções com retorno certo, renda fixa e baixíssimo risco.

Investidor moderado

O investidor que opta por distribuir os riscos e tem aplicações entre renda fixa e variável. Para ele, é importante diversificar para garantir retorno mais elevado, mas sem se arriscar muito. É um mix de segurança, liquidez e rentabilidade.

Investidor arrojado

Este perfil de investidor tem mais conhecimento sobre o assunto e disponibilidade de tempo para acompanhar o mercado. Ele lida bem com os riscos, está disposto a enfrentar perdas e, por isso, tem tipos de investimentos mais arrojados em sua carteira. 

Consciência e conhecimento na hora de investir

A dinâmica finalizou mostrando que, para se classificar como um dos perfis de investidores mencionados acima, é importante pensar sempre nas necessidades pessoais primeiro. Ou seja, investir apenas o dinheiro que pode ser perdido e não o que é necessário para viver e pagar as contas básicas, como aluguel, luz, água, alimentação etc. 

Além disso, claro, estudar e pesquisar sempre. Afinal, o mercado cripto e financeiro está em constante mudança, como tudo na vida.

Happy hour para finalizar o evento

Após o evento, a Binance ofereceu um happy hour para todos terem a chance de se conhecer e promover o networking no mercado cripto e blockchain. Além de coquetéis, a cerveja servida no evento foi criada especialmente para a Binance e tinha dois tipos diferentes: Bull Beer, com notas de toffee e caramelo, e Bear Beer, com notas de maracujá. Entendedores entenderão os motivos da nossa escolha.

Para aqueles que tiveram a chance de ir ao evento, esperamos que tenham aproveitado e saído mais inspirados em relação à jornada no mundo cripto.

Para aqueles que não moravam em Curitiba e região, mas gostariam de ter comparecido, não se preocupem. O Binance MeetUp é um evento itinerante e, muito em breve, irá marcar presença em outras cidades do Brasil.

Acompanhe nossas redes sociais e newsletters para saber qual será a próxima parada. ;)

Estamos no Twitter, Instagram, Facebook, YouTube e Tik Tok.