Compre Cripto
Pagar com
Mercados
NFT
Feed
Downloads
English
USD

Mineração do Bitcoin: Como Funciona? Vale a Pena em 2021?

2021-07-26

Com o crescimento do mercado de criptomoedas, investidores buscam formas de lucrar ainda mais com os ativos digitais, considerando a mineração do bitcoin (BTC) e de outras moedas uma opção.

Essa atividade produz novas moedas e valida a rede, a mantendo à prova de fraudes. Graças ao Bitcoin, foi possível a criação de outras moedas digitais, devido à sua tecnologia. Entretanto, poucas utilizam a forma de mineração do bitcoin: proof-of-work. A criptomoeda pode ser comprada em exchanges ou adquiridas pela mineração.

Como Funciona a Mineração de Bitcoin

A mineração de Bitcoin é a forma que as pessoas utilizam seu grande poder computacional para ‘produzir’ novas criptomoedas. 

O conceito é similar a mineração de ouro, onde os mineradores ficam cavando até achar o metal precioso. Contudo, na criptomoeda, os mineradores fazem cálculos de probabilidade até encontrar a resposta certa e fechar cada bloco de informação. Os blocos são a blockchain, onde cada um fica enfileirado até os próximos blocos. Além disso, os blocos fechados passam pela validação na rede, para manter à prova de fraudes. 

O minerador que resolver os cálculos e fechar o bloco primeiro, recebe bitcoin como recompensa. O processo é chamado de proof-of-work (prova de trabalho), mas existem também o proof-of-stake (prova de participação), em que as criptomoedas não são mineradas, sendo uma alternativa mais acessível para ganhar recompensa. 

A mineração do Bitcoin exige muito poder computacional, diferente do começo, quando a criptomoeda foi lançada em 2009, quando qualquer pessoa com CPU conseguia minerar BTC de casa. Porém, ao longo dos anos, o bitcoin foi se tornando mais caro e exigindo um computador mais forte para resolver os cálculos de probabilidades. 

Além disso, o algoritmo do BTC vai ajustando a dificuldade desses cálculos conforme a quantidade de mineradores na rede, portanto, quanto mais mineradores mais difícil será e quanto menos, mais “fácil’ vai ser para minerar a criptomoeda. O Hashrate é a ferramenta que determina o poder computacional da moeda. Com um Hashrate mais alto a rede se torna mais segura. 

Toda uma indústria foi criada para a mineração do bitcoin. Os mineradores que utilizavam CPU precisaram acrescentar uma placa de vídeo dedicada, as GPUs, para conseguir minerar a criptomoeda. Mas, com o tempo, o poder computacional aumentou e máquinas específicas foram criadas para minerar a criptomoeda, as ASICs.

Vale a Pena Minerar Bitcoin em 2021

São necessárias várias Asics para minerar o bitcoin, tornando a mineração possível apenasl para quem tem um grande poder computacional, e em países cujo valor da energia é muito mais barato. Por isso, para minerar bitcoin em casa sai muito caro e não compensa. 

Não vale a pena, principalmente no Brasil, onde o valor das máquinas e da energia elétrica está muito alta e o investidor não receberá bitcoins suficientes para pagar tudo que foi investido. Por isso, a mineração ocorre em países com o preço da energia mais barato, como Paraguai, Islândia e China, onde a energia é produzida em excesso e não tem demanda para absorver tudo. 

A rede do Bitcoin recicla e aproveita as energias desperdiçadas por esses países. Por isso, é vantajoso investir em mineração da criptomoeda apenas tendo um grande poder computacional e estando em países com uma energia mais barata. Por fim, a vontade de entrar para a mineração pode ser tentadora, pois os mineradores ganham uma recompensa de 6.25 bitcoins. 

Mas é necessário poder computacional e velocidade para resolver os cálculos de probabilidades para então receber as recompensas em BTC. Essas recompensas são reduzidas pela metade a cada 4 anos, o fenômeno é conhecido como Halving, e o último foi em 2020. Sendo um dos fatores que contribuiu para a alta valorização da criptomoeda.

O bitcoin cresceu consideravelmente após o halving, mas fatores externos como a pandemia, crise mundial, adoção institucional, entre outros, colaboraram para que a criptomoeda alcançasse máximas históricas. Mesmo não sendo possível lucrar com a mineração no Brasil, existe a possibilidade de comprar o ativo de forma prática e rápida. Em uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo, a Binance, é possível comprar BTC e outras criptomoedas com segurança e praticidade.

A exchange oferece interface de acordo com a experiência do usuário no mercado cripto. Além disso, é possível comprar bitcoins por meio de transferência bancária, via PIX, TED, DOC ou por cartão de crédito, com um valor de R$10. A corretora possui baixas taxas e oferece inúmeras ferramentas para o usuário.

A Binance também possui diversos conteúdos sobre o mercado cripto para ajudar os novos investidores em sua jornada. Além do blog, a Binance Academy pode auxiliar a entender os termos do mercado. 

Separamos outros 5 artigos que vão te auxiliar a compreender melhor sobre as criptomoedas e outras opções de investimento no mercado, confira: