Compre Cripto
Pagar com
Mercados
NFT
New
Downloads
English
USD

Após essa alta, o BTC fará uma grande correção?

2021-04-06

No sábado 13 de março, o Bitcoin (BTC) alcançou o seu último recorde, de mais de R$ 340 mil. Essa alegria, no entanto, durou pouco, com o rei das criptos caindo para abaixo dos R$ 280 mil em 22 de março.

A criptomoeda, depois disso, deu uma pequena subida para acima dos R$ 300 mil, no dia seguinte a maior baixa desde o pico, como mostra o gráfico do CoinMarketCap.

Um fato que os analistas atribuem como o grande influenciador da queda de preço do BTC foi o volume massivo de liquidações em criptomoedas, como mostra os dados da Binance e outras exchanges de criptos. Mais de 2 bilhões de dólares em ativos digitais foram retirados do mercado em apenas 24 horas. 

Para alguns observadores, esse tipo de movimento pode significar uma possível previsão de queda ainda maior no preço do BTC, por parte dos maiores investidores, ou baleias, como são apelidados.

Outro evento que pode consolidar a teoria de uma grande correção no preço do BTC, para os mais pessimistas, é o seguinte:

Vencimento de mais de US $ 5 bilhões em contratos de opções de Bitcoin

 

Mais de US$ 5 bilhões em opções expiraram no dia 25/03/2021. Esse evento, para alguns analistas, tem causado um aumento da volatilidade, à medida que os investidores fecham suas posições.

As opções são contratos que permitem aos investidores apostar na direção do preço, sem necessariamente ter que negociar o criptoativo. Propositalmente, grandes investidores desta opção podem causar uma mudança no preço de uma cripto, ocasionando, logo em seguida, uma correção de preços. 

Em contrapartida, outros investidores experientes alegam que correções acontecem continuamente nos mercados financeiros, e as recentes quedas maiores, no preço do BTC, não necessariamente significam algo anormal. 

Aqueles mais familiarizados com esse mercado sabem que o BTC pode subir 400% e corrigir uns 30%, logo em seguida, o que é normal e saudável para dar continuidade ao seu movimento de alta, que sobe em formato de ondas. De fato, é comum em qualquer mercado financeiro, após uma alta expressiva, ter correções. 

Alguns eventos recentes que deixaram os investidores mais otimistas com maior segurança para o momento podem ser citados, como:

O anúncio da Tesla de aceitar o BTC como forma de pagamento

O mega empresário Elon Musk, que ultimamente tem sido uma figura extremamente popular no mercado das criptos, através da rede Twitter, no dia 24  de março, anunciou que o BTC agora é uma forma de pagamento pelos produtos da Tesla. A notícia logo agitou o mercado e fez com que a cripto se valorizasse em 5%. 

Situações como essa, de grandes investidores institucionais aderindo a criptomoeda mais popular do mundo, vem aumentando desde 2020, trazendo mais volume e aceitação ao mercado do BTC. 

Aumento de inflação na economia americana e desvalorização do dólar

Previsões sobre uma possível hiperinflação no dólar americano têm sido feitas desde 2020, quando o governo dos Estados Unidos colocou uma quantidade de sua moeda estatal no mercado, em volumes sem precedentes, dentro de um curto espaço de tempo. 

Tensões e rumores com relação a isso têm crescido entre analistas que usam as redes sociais para avaliar o mercado. Com essa possível desvalorização das moedas FIAT, há uma probabilidade, alguns que atuam no ecossistema dos criptoativos acreditam que mais pessoas assegurem seu capital no Bitcoin, inclusive transformando os cheques de auxílio do governo americano em criptomoedas.  

Considerações Finais 

O Bitcoin, como um ativo valorizado e com fundamentos, funciona em ciclos do mercado. Há nos criptoativos também as “épocas de ursos e as de touros”, como nos campos de investimento tradicionais, tais quais os das bolsas de valores, fazendo com que as correções sejam vistas como oportunidades.

E você que está afim de aumentar seus aportes no Bitcoin, ou até mesmo começar a dar seus primeiros passos neste universo, que tal abrir sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo? Conheça a Binance e faça depósitos utilizando PIX, TED e Cartão de crédito.

 

Continue aprendendo sobre este universo com outros artigos do nosso blog: